Abri ha pouco tempo minha empresa de decoração e buffet e preciso vender mais

vendas

#1

Ola. Abei ha pouco tempo minha empresa de decoração e buffet de festas, a Amoras e Confetes. Temosnum pequeno portfólio, temos um Blog q precisa de visitas, temos fan page e insta. Fazemos alguns anuncios nas nessas midias,mas a dificuldade é conseguir clientes. Quase nenhum pedidonde orçamentos. Temosndivulgado as fotos de nosso portfolio, mas as pessoas curtem e nao pedem orçamento. As q pedem, não fecham. Nossanduv9da Nossa dúvida é se estamos conversando com o público certo, se nossas midias estaonsendo usadas corretamente…enfim. como chegar no cliente certo. Obrigada


#2

@luiza6592, muito legal empreender no ramo de decoração e buffet, como não tenho expertise em mídias digitais vou lher dar uma sugestão de ‘plano B’.
Esta ramo de festas, pelo menos no Rio Grande do Sul (onde me criei), é fortalecido pelas parcerias estratégicas e a maioria de clientes chegam por indicações. Seria válido você procurar salões de festa, lojas de artigos para festa e sites especializados e tentar firmar uma parceria, oferecendo seus serviços com um cupom de desconto para as indicações ou bônus por indicação para o estabelecimento que passou seu contato. Desta forma você acaba se aproximando de muitos possíveis cliente e consecutivamente recebendo mais pedidos de orçamentos.

Espero ter ajudado!


#3

@luiza6592, tudo bem?

A dica do @TarsoCruz é muito boa!

Outra dica é você fazer a jornada de Como Analisar e Otimizar o seu Blog na Plataforma da Clara.

Esse é o site de vocês? http://amoraseconfetes.com/

Pelo que vi as festas são infantis, certo? O público-alvo, então, com quem vocês devem se comunicar, seria os pais das crianças. Tentar entender como eles decidem contratar um buffet, o que eles valorizam e explorar mais isso na estratégia de vendas.

A proposta de vocês é fazer festas com significado (afetivas), então eu exploraria essa linha nas redes sociais e no blog. Um dos grandes erros de várias pequenas empresas é ter a comunicação “institucional” demais. Divulgar muita coisa de si e pouca coisa para o público. Fotos e serviços não prendem o usuário.

Se você está se comunicando com pais que possuem filhos pequenos e pretende falar de afeto, tudo nessa linha deve ser explorado. Momentos da evolução da criança (os primeiros passos, o primeiro dente, etc). Dicas de cuidado, enfim, mostrar que sobre afeto e momentos inesquecíveis vocês são referência e prender as mães que valorizam isso no seu blog e nas suas redes.

As iniciativas de relacionamento podem explorar isso também. Vocês terem datas legais cadastradas para entrar em contato com as mães para perguntar sobre as crianças. Ter um grupo no whatsapp com mães de filhos pequenos para se ajudarem. Com boa intenção, bom relacionamento e boa comunicação, seu serviço se vende sozinho. :slight_smile:

Consegui ajudar?


#4

Olá Tarso,
Obrigada pelas ideias, super ajudou! Preciso msm ter plano B pq ficar só divulgando pelas midias não dá…obrigada


#5

Ajudou muito Filippo… umas das coisas que eu ainda não acertei é essa comunicação com o público alvo. Só tenho uma dúvida: vc acha q se eu falar sobre assuntos do universo materno que não sejam sobre o serviço q eu vendo, não atrairia outro tipo de seguidor? Pode ser uma visão errada q tenho… tem muitos assuntos q podem ser explorados até pq tb sou mãe de bebe e leio muita coisa…mas só tenho esse receio de não atrair aquela mãe q quer fazer a festa do filho sabe…


#6

@luiza6592,

Vou te fazer uma provocação… :grin:

Você acha mais fácil fazer uma comunicação relevante para atrair mães de filhos pequenos e, dentro da sua base de mães, descobrir quais e em que momento estão dispostas a fazer uma festa memorável, ou fazer uma comunicação relevante para atrair mães de filhos pequenos que querem fazer festas memoráveis?

Dentro do processo de vendas, há 3 fases importantes:

  • Awareness (Consciência) - no seu primeiro contato com o usuário, ele não está pronto para comprar com você (a não ser que o seu branding seja muito forte), portanto você precisa gerar consciência de marca nele. Mostrar que você e ele têm propósitos parecidos, que no seu caso, é tornar os momentos especiais das crianças inesquecíveis.

  • Consideration (Consideração) - quando o usuário passa a te conhecer melhor, ele começa a considerar te contratar. É nessa fase que ele vai pesquisar mais sobre você. Ver seus cases, seu preço, as fotos das festas que você fez, concorrentes, etc. Cada segmento tem fatores específicos mais importantes.

  • Decision (Decisão) - depois de considerar, se tudo der certo, ele vai te contratar e você tem que prestar um serviço especial para que ele vire reincidente e advogado da sua marca.

A grande questão do seu mercado é que, não importa a qualidade do seu trabalho de marketing de performance (focado em vendas), o seu cliente tem um timing. Cada filho vai fazer aniversário uma vez por ano e, apenas poucas outras datas serão relevantes na sua relação com ele.

Portanto, como mantê-los por perto para que eles se lembrem de você no dia que começarem a considerar montar uma festa? Falando de assuntos que são relevantes para eles, ou seja, um belo trabalho de awareness.

Na minha opinião, em termos de marketing de performance, você precisa se preocupar apenas com poucas estratégias:

  1. Conseguir o email das mães, para poder enviar o conteúdo relevante que está produzindo. Na verdade, manter as mães por perto, pode ser por grupo no whatsapp, facebook, etc, como falei na última resposta.

  2. Descobrir a data de aniversário dos filhos dela: é o momento onde elas automaticamente entrarão na etapa de consideração e você precisa estar por perto.

  3. Se programar para entrar em contato proativamente 2-3 meses antes da data de cada aniversário se oferecendo para ajudar a organizar cada festa.

  4. Utilizar as estratégias sugeridas pelo @TarsoCruz, para já pegar as mães no momento certo, de Decisão.

Entendeu? :slight_smile: